Ir para o conteúdo

Fluxo de integração de serviços

Os fluxos de integração de serviços, como o próprio nome diz, envolvem workflows executados com base em serviços de sistema, como integrações e conversões, por exemplo.

Como acessar

  1. Acesse a funcionalidade através do menu Neuro > Gerenciamento > Fluxo de Integração.

Pré-condições

  1. Não se aplica.

Filtros

  1. O seguinte filtro possibilita ao usuário restringir a participação de itens na listagem padrão da funcionalidade, facilitando a localização dos itens desejados:

    • Palavra chave

Screenshot

Figura 1 - Tela de pesquisa

Listagem de itens

  1. Os seguintes campos cadastrais estão disponíveis ao usuário para facilitar a identificação dos itens desejados na listagem padrão da funcionalidade: Nome, Descrição, Aplicação do fluxo, Versão e Data de bloqueio.

Screenshot

Figura 2 - Tela de listagem

Preenchimento dos campos cadastrais - dados do fluxo

Através dessa aba, são definidas informações básicas do fluxo que será desenhado.

  1. Para adicionar um novo fluxo, clique em Cadastrar > Fluxo de serviços de integração, conforme ilustrado na figura abaixo:

    Screenshot
    Figura 3 - Tela de registro

  2. Para cadastrar um novo dados do fluxo, clique em "Adicionar".

  3. Será apresentada a seguinte tela:

    Screenshot

    Figura 4 - Tela de cadastro/edição do workflow, aba de Dados do fluxo

  4. Informe um nome para o fluxo, uma descrição, qual formulário dará início ao fluxo (caso se aplique), e se persiste ou não a execução do fluxo. Caso o campo “Persiste a execução do fluxo” for marcado, o Neuro persistirá no banco de dados de toda instância da execução deste fluxo.

  5. O campo versão é incrementado automaticamente pelo sistema sempre que uma nova versão do workflow for criada.

Variáveis

Nesta aba são configuradas as variáveis que serão utilizadas no fluxo desenhado. As variáveis são objetos capazes de reter e representar um valor ou expressão. As variáveis são associadas a "nomes", chamados identificadores, durante o tempo de execução do fluxo.

  1. Para adicionar uma variável, selecione a sua aba referente e clique em "Adicionar".
  2. Será apresentada a seguinte tela:

    Screenshot

    Figura 5 - Tela de cadastro/edição do workflow, aba de Variáveis

  3. Preencha os campos:

    • Nome da variável;
    • Descrição;
    • Se será armazenada no banco de dados;

    • Esta opção irá armazenar o valor da variável internamente, dentro do modelo de dados do Neuro, assim ela irá reter o valor durante a execução das tarefas.

    • Se é uma variável de retorno;

    • Esta opção irá fazer que o Neuro retorne a variável no final da execução do fluxo.

    • Se é uma lista de valores;

    • Se é uma variável de entrada na interface do fluxo;

    • Esta opção permite que a variável seja “injetada” no processo de negócio vinculado a este fluxo.

    • Se é uma variável de saída na interface do fluxo;

    • Esta opção faz que a variável tenha o valor preenchida quando o processo de negócio vinculado à estre fluxo for executado.

    • O tipo da variável;

    • Se for um objeto Java, informe a classe Java correspondente;

    • Se for um objeto de negócio, informe qual sua aplicação respectiva e qual o nome cadastrado do objeto de negócio.

    • O valor inicial da variável, se constante ou script.

    • Se o valor for uma constante, este nunca será alterado durante a execução do fluxo, independente das operações realizadas pelo usuário.

  4. Para editar uma variável, selecione a variável desejada, clique em "Editar", faça as alterações necessárias e clique em "Atualizar" para concluir a edição.

  5. Para remover uma variável do fluxo, selecione a variável desejada, clique em "Remover" e confirme a exclusão.

ATENÇÃO

Para salvar efetivamente as alterações, clique em Salvar na barra superior.

Ações

Por meio deste menu, é possível cadastrar as ações que serão executadas no workflow.

As ações são baseadas em scripts programados na linguagem Rhino.

  1. Para adicionar uma ação, selecione sua aba referente e clique em "Adicionar".
  2. Será apresentada a seguinte tela:

    Screenshot

    Figura 6 - Tela de cadastro/edição do workflow, aba de Ações

  3. Preencha os campos:

    • Um identificador para a ação;
    • O nome literal para a mesma;
    • O script que será executado quando a ação for acionada.
  4. Para editar uma ação, selecione a ação desejada, clique em "Editar", faça as alterações necessárias e clique em "Atualizar" para concluir a edição.

  5. Para remover uma ação, selecione a mesma, clique em "Remover" e confirme a exclusão.

ATENÇÃO

Para salvar efetivamente as alterações, clique em "Salvar" na barra superior.

Diagrama

O diagrama de um fluxo de serviços não possui os mesmos componentes de “Tarefa” de um fluxo de processo. Não é possível utilizar aqui os componentes de “Tarefa humana” e “Sub processo workflow”.

Para um processo de negócio, possuímos a mais as seções de componentes:

  • Conectores: componentes utilizados para a execução de operações relacionadas à banco de dados.
  • Componentes: componentes variados para a execução de diversas tarefas.
  • Transformadores: componentes para a conversão de tipos de variáveis.
  • CITSmart ITSM: componentes utilizados para integração com um sistema CITSmart ITSM externo.

Os demais componentes presentes na paleta se assemelham aos componentes de um “Fluxo de Processo”. Mais informações a respeito da funcionalidade e utilização de cada um dos componentes podem ser encontradas no Desenvolvendo Aplicações.

  1. Para desenhar o diagrama, escolha a aba refente ao mesmo.
  2. A seguinte tela será exibida:

Screenshot

Figura 7 - Tela de cadastro/edição do workflow, aba de Diagrama